Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Não há previsão para a normalização das marginais’, diz secretário de SP

Temporal cai sobre a capital paulista desde a tarde deste domingo

Por Mariana Zylberkan 10 fev 2020, 11h28

O secretário municipal de Segurança Urbana de São Paulo, José Roberto Oliveira, afirmou que ainda não existe previsão para as marginais Tietê e Pinheiros voltarem a ficar transitáveis após temporal que cai na capital paulista desde a tarde deste domingo, 9, e tem provocado alagamentos. “Estamos acompanhando via rede telemétrica, mas ainda não há uma previsão”, diz.

A forte chuva na capital paulista deve diminuir somente no fim do dia, segundo a Prefeitura de São Paulo.

A administração do prefeito Bruno Covas (PSDB) afirmou em nota que até as 7 horas da manhã desta segunda havia chovido cerca de 179,9 mm, o equivalente a 83% da precipitação média esperada em até dez dias. Os bairros mais afetados foram Lapa (98,3mm), Pinheiros (86,9mm), Butantã (82,1mm) e Sé (76,5mm). 

A orientação do secretário é que as pessoas evitem sair de casa. “É uma forma de dar guarida às pessoas que foram questionadas pelos seus patrões”, disse.

O temporal foi provocado pela passagem de uma frente fria pela costa paulista, associada a uma área de baixa pressão atmosférica, que produz fortes temporais.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram registrados 470 alertas de enchente, 57 desabamentos e oitenta quedas de árvores. 

Continua após a publicidade
Publicidade