Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chen Guangcheng está na embaixada americana, segundo dissidente Hu Jia

Por Da Redação 30 abr 2012, 07h20

O ativista dos direitos humanos Chen Guangcheng, que fugiu de casa, onde estava em prisão domiciliar, está na embaixada dos Estados Unidos em Pequim, confirmou nesta segunda-feira o dissidente Hu Jia.

“Ele está na embaixada”, afirmou à AFP Hu Jia, que se reuniu com o amigo após a fuga deste, em 22 de abril, de sua residência extremamente vigiada na região leste da China, em circunstâncias ainda não determinadas.

Hu Jia confirma assim os insistentes rumores de que o advogado autodidata cego está sob proteção americana, boatos que contam com um incômodo silêncio tanto de Pequim como de Washington.

Hu foi detido no sábado pela polícia, depois da divulgação na internet de uma foto em que aparece ao lado de Chen, mas foi liberado no domingo, após 24 horas.

“Estão muito preocupados com a situação de Chen Guangcheng. Queriam saber tudo sobre como conseguiu escapar e quem o levou a Pequim”, disse Hu Jia.

“Perguntaram quando havia encontrado o embaixador (americano) Gary Locke. Isto deixa claro que ele se reuniu com o embaixador dos Estados Unidos”, completou.

Chen Guangcheng, que denuncia os abusos da política do filho único na China e das expropriações, fugiu de sua residência, em Shandong, onde estava sob prisão domiciliar há 19 meses, e divulgou na sexta-feira na internet um vídeo destinado ao primeiro-ministro Wen Jiabao sobre os abusos que sofreu recentemente.

Continua após a publicidade
Publicidade