Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Certificados de vacinação do Brasil são reconhecidos por Portugal

Decisão envolve apenas os imunizantes aprovados pela União Europeia, excluindo, portanto, a CoronaVac

Por Sabrina Brito 18 set 2021, 15h51

A partir de hoje, Portugal passou a reconhecer os certificados de vacinação emitidos por outros países, inclusive o Brasil. Consequentemente, até o próximo dia 30, será permitida a entrada de cidadãos detentores desses documentos ou ainda de certificados de recuperação na nação europeia em viagens não essenciais, “sob reserva de confirmação de reciprocidade”.

Assim, não será mais necessário apresentar testes negativos nos aeroportos portugueses, exceto para atividades culturais ou gastronômicas. A decisão vale somente para as vacinas Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Para quem não tem certificado, ainda será possível carregar testes negativos de PCR ou testes rápidos de antígeno feitos 72 ou 48 horas antes do embarque. Os exames precisam estar entre aqueles aprovados pelo Comitê de Segurança da Saúde da União Europeia.

A nova norma pode ser prorrogada após o dia 30, a depender do estado da pandemia durante as próximas duas semanas. Além de Portugal, outros países que aceitam os certificados, desde que haja reciprocidade, são Canadá, Nova Zelândia e Coreia do Sul.

Continua após a publicidade
Publicidade