Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carta ao Leitor: o humor do Sensacionalista agora em VEJA

Potência do humor nacional chega às páginas da revista e a VEJA.com

Quem já ouviu falar do Sensacionalista deve lembrar seu impagável slogan: um jornal “isento de verdade”. Quem já leu as notícias satíricas publicadas pelo Sensacionalista tornou-se fã. Criado em 2009 como um site na internet, o Sensacionalista começou com a mesma proposta que mantém até hoje: fazer piada, em forma jornalística, com os acontecimentos mais relevantes no Brasil e no mundo. Em seis anos, o site só cresceu, mas sua explosão ocorreu na campanha presidencial de 2014. “A polarização daquela campanha foi uma maravilha para o humor”, diz o jornalista Nelito Fernandes, o criador do site.

Hoje, o Sensacionalista recebe 10 milhões de visitantes únicos todo mês e sua página no Facebook reúne 3 milhões de curtidas. É essa potência do humor nacional que VEJA começa a publicar todas as semanas a partir da edição que chega às bancas neste sábado. Em VEJA.com, também a partir de agora, o Sensacionalista terá um blog em que fará atualizações sempre que julgar conveniente.

A equipe do Sensacionalista vive o humor. Nelito Fernandes e a também jornalista Martha Mendonça atuam como roteiristas de humor no Zorra, programa que a Rede Globo leva ao ar nos sábados à noite. O outro integrante da turma, Leonardo Lanna, trabalha no Tá no Ar, o humorístico que a Globo exibe nas noites de terça-feira. O quarto membro, Marcelo Zorzanelli, também é jornalista e o único do grupo que se dedica exclusivamente ao próprio site do Sensacionalista.

É tradição de VEJA abrir espaço para o humor. Menos de três meses depois de seu lançamento, em 1968, a revista inaugurou duas páginas com as sátiras de Millôr Fernandes (1923-2012), que foram publicadas durante catorze anos. Ele foi sucedido por grandes nomes do humor nacional como Luis Fernando Verissimo e Jô Soares. Agora, é a vez do Sensacionalista, com o qual VEJA leva a leitores e internautas um pouco de graça e de riso. Confira — e segure-se para não cair da cadeira ao gargalhar.

***

Outros dois colunistas fazem sua estreia nesta edição. Em economia, o jornalista André Lahóz Mendonça de Barros, diretor de redação da revista EXAME, da Editora Abril, que também publica VEJA, passa a escrever mensalmente, oferecendo aos leitores a argúcia, a elegância e a objetividade de suas análises econômicas. Em cultura, a novidade é João Cezar de Castro Rocha, professor de literatura da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e um dos mais destacados críticos e estudiosos da literatura do país.

Compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Que é isso? A Veja está desfigurada. Não reconheco mais.

    Curtir

  2. Mais lixo da esquerda

    Curtir

  3. Da Rocha Paulo

    o diretor petista contratando o que ha’ de lixo no mercado, a veja em decadencia total com esses comunas, nao lia e nao irei ler, pq nao tem nada de engracado nesses comprados pelo pt. fora petralhas mortadelas

    Curtir

  4. Da Rocha Paulo

    veja = carta capital esta se tornando o reduto da elite comunalha

    Curtir

  5. Delsio Ventura

    Para que contratar esquerdopatas e oportunistas?

    Curtir

  6. Hugo Desmascarador

    É nítido que pra uma sátira contra a esquerda do Sensacionalista, existem 1000 sátiras contrabaixo direita, se dizem isentos, mas todo mundo enxerga que não são. Por isso a Veja realmente esquerdos conforme previsão. Como parei de assinar, agora também vou parando de acessar, será um show de parcialidade esquerdista do sensacionalista….. Visitarei apenas a página do Felipe Moura, que está de parabéns pelas análises. Façam isso meus caros, ou terão de ver o politicamente correto e a tendência esquerdista do sensacionalista por aí.

    Curtir

  7. Delsio Ventura

    Péssima contratação da Veja. ACORDEM! São esquerdopatas petralhas.

    Curtir

  8. wesley lubke

    A Veja está indo de mal a pior mesmo

    Curtir