Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Cármen Lúcia diz que Teori indica ‘rumo’ a ser seguido

Presidente do STF afirma que Corte está 'consternada' pela morte do ministro

Por Da Redação
Atualizado em 19 jan 2017, 22h14 - Publicado em 19 jan 2017, 21h59

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse que a Corte está consternada pela morte do ministro Teori Zavascki, a quem ela classifica como “um dos mais brilhantes juízes que ajudaram a construir a história deste Tribunal e do país”.

Em nota divulgada no início da noite desta quinta-feira, Cármen Lúcia afirma que Teori, relator da Operação Lava Jato no STF, “representa um dos pontos altos na história da nossa Justiça” e que “sua presença e o seu exemplo ficarão como um rumo do qual não nos desviaremos, cientes de que as pessoas morrem, suas obras e seus exemplos, não”.

“O sentimento de dor e de saudade servirá de permanente lembrança para os compromissos que marcaram a vida do ministro, uma responsabilidade nossa, a fim de nos preservarmos, também em sua homenagem, na mesma trilha”, continua a presidente do Supremo, que presta solidariedade à família de Teori Zavascki.

Herman Benjamin

Ex-colega de Teori Zavascki no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o ministro Herman Benjamin também se manifestou sobre a morte do magistrado. “No Tribunal, Teori era a voz – equilibrada, corajosa e respeitada – dos mais vulneráveis e da probidade no trato do patrimônio da nação”, diz Benjamin, que lembra o “notável raciocínio lógico e conhecimento jurídico enciclopédico” de Teori.

“Perdemos o jurista criativo e suave, mas sobretudo um homem bom e justo, modelo para toda uma geração de jovens juízes e profissionais de Direito”, afirma Herman Benjamin.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.