Clique e assine com até 92% de desconto

Carlos Bolsonaro posta imagem de ativista que simula tortura

Filho do presidenciável do PSL negou incentivar "alguma maldade" ao mostrar o trabalho de Ronaldo Creative com a frase que faz referência a pais de gays

Por Bruna Motta Atualizado em 27 set 2018, 13h17 - Publicado em 26 set 2018, 17h47

Vereador no Rio, Carlos Bolsonaro (PSL), filho do candidato à presidência da República pelo PSL, postou no Instagram nesta quarta-feira 17, uma imagem que simula a tortura de um homem, que aparece com o rosto ensaguentado, envolto em um saco plástico. Ele traz pintada, no peito, a hastag #elenão, que tem sido usada nas redes sociais contra Jair Bolsonaro. A foto foi publicada originalmente pelo artista plástico Ronaldo Creative. Em seu perfil na mesma rede social, ele declara produzir arte como forma de protesto.

  • No post de Carlos Bolsonaro houve uma mudança em relação ao trabalho de Creative: sobre a imagem foi colocada a frase “Sobre pais que choram no banheiro”, que seria uma referência a pais de homossexuais. Na publicação, vereador atribuiu a foto ao perfil @direitapvh.

    A iniciativa de Carlos Bolsonaro gerou muitas críticas na internet. Acusado de estimular a tortura, ele recorreu ao Twitter para dar sua versão para o episódio: “Novamente inventam como se eu tivesse divulgado uma foto dizendo que quem escreve a hashtag #elenao mereceria alguma maldade. Não, canalhas! Foi apenas a replicação da foto de alguém que considera isso uma arte. Me agradeçam por divulgar e não mintam como sempre!”, escreveu.

    Publicidade