Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Caminhoneiro entra por engano em favela e é baleado

Vítima tentava acessar a Linha Amarela, mas entrou na Vila do João e foi atingida por traficantes. O paulista está internado em hospital da Zona Norte

Um caminhoneiro paulista foi baleado na Vila do João, no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio. Ele entrou por engano na favela, quando tentava acessar a Linha Amarela, e se tornou alvo dos traficantes que controlam o comércio de drogas na região. O caso ocorreu há alguns dias, mas só foi noticiado neste sábado.

Morador de Ubatuba, litoral norte de São Paulo, Diogo Alessandro dos Santos, de 29 anos, está internado no Hospital Getúlio Vargas, na Zona Norte. Ele prestou depoimento na sexta-feira a policiais da 21ª DP (Bonsucesso), que investigam o caso e tentam identificar os autores dos disparos. Testemunhas também vão ser intimadas a prestar depoimento.

Essa não é a primeira pessoa baleada por traficantes depois de entrar por engano na Vila do João. O engenheiro Gil Augusto Barbosa, de 53 anos, morreu no dia 7 de julho de 2013 depois de ficar internado por 29 dias. Ele ia para o Aeroporto do Galeão, quando também errou o caminho e foi recebido a tiros na favela.

Leia também:

Na Zona Norte do Rio, o oásis dos traficantes de drogas

Delegado diz que morte de Amarildo foi ‘manobra ardilosa’

Policial denuncia prática de tortura na UPP da Rocinha