Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Câmara conclui compra de drones para policiar manifestações

Imagens serão usadas para controlar grandes eventos populares e  identificar responsáveis por tumultos

Por Hugo Marques - 13 nov 2019, 18h26

A Câmara dos Deputados fechou um contrato para a compra de duas “aeronaves remotamente pilotadas”, no valor de 50,3 mil reais. São dois drones profissionais de segurança, que serão utilizados para reforçar os sistemas de monitoramento eletrônico na área externa do Congresso Nacional e adjacências, como forma de antecipar ações de policiamento em dias de grandes eventos populares.

Os modelos adquiridos possuem câmeras de alta definição e controle remoto, com imagens transmitidas para um smartphone que fica no painel de controle.

A área externa do Congresso Nacional historicamente foi palco de grandes manifestações e as imagens feitas pelos drones poderão ser utilizadas para identificar os responsáveis por eventuais tumultos e depredações.

Uma das últimas manifestações ocorridas em Brasília, em novembro de 2016, começou na frente do Congresso. Foi um protesto contra o governo de Michel Temer, no qual os manifestantes incendiaram carros que estavam estacionados em frente ao gramado e atiraram coquetéis molotov nos policiais.

Publicidade