Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruna Marquezine ataca governo e pede medidas contra manchas de óleo no NE

Atriz criticou governo federal pelo descaso e os governos estaduais e municipais pela 'falta de preparo e estrutura'

A atriz Bruna Marquezine cobrou o governo nesta segunda-feira, 21, por medidas mais efetivas no combate ao avanço de manchas de petróleo no litoral do nordeste brasileiro.

Ela usou o Instagram para falar sobre a gravidade do problema e dizer que o país pode levar décadas para se recuperar dessa situação. “Precisamos exigir que as autoridades tomem atitudes urgentes. O governo e os órgãos competentes, assim como instituições especializadas, que dispõe de capital humano e da tecnologia de ponta, dos equipamentos técnicos e do conhecimento necessário, precisam atuar imediatamente para conter o avanço do petróleo e tomar toda e qualquer providência para minimizar os dados causados ao nosso ecossistema, já que não é possível reverter totalmente os impactos do derramamento”, escreveu a atriz

View this post on Instagram

🇧🇷🖤 PRECISAMOS EXIGIR QUE AS AUTORIDADES TOMEM ATITUDES URGENTES. O governo e os órgãos competentes, assim como instituições especializadas, que dispõe de capital humano e da tecnologia de ponta, dos equipamentos técnicos e do conhecimento necessário, precisam ATUAR IMEDIATAMENTE pra CONTER O AVANÇO DO PETRÓLEO e tomar toda e qualquer providência pra MINIMIZAR OS DANOS causados ao nosso ecossistema, já que NÃO É POSSÍVEL REVERTER TOTALMENTE OS IMPACTOS do derramamento. O nosso meio ambiente pode levar DÉCADAS para se recuperar dessa tragédia. Já são mais de 300 PRAIAS do nordeste CONTAMINADAS pelas manchas de óleo. E pra você que ainda escolhe ter uma postura tola, 100% política e partidária, radical e infantil diante de uma calamidade destas, saiba que a contaminação do petróleo não fica apenas na superfície. Parte do petróleo se dissolve na água, assim contaminando os animais marinhos podendo CONTAMINAR TODA A CADEIA ALIMENTAR da qual NÓS fazemos parte. Repensou agora? O Brasil, e principalmente os governos estaduais e municípios claramente NÃO TEM PREPARO E ESTRUTURA para lidar com um vazamento de óleo desse tamanho e o atual governo age com DESCASO e prefere apontar dedos do que decretar ESTADO DE EMERGÊNCIA e executar as ações necessárias num momento grave como este, incluindo buscar e aceitar ajuda de qualquer outro país. Corremos o risco de derramamento de óleo durante TODO O PROCESSO de exploração do petróleo e nesse caso, ainda nem sabemos o local de origem do vazamento, muitos menos as causas e o tamanho desse derramamento. Os combustíveis fósseis são a PRINCIPAL RAZÃO DO AQUECIMENTO GLOBAL. Precisamos falar mais sobre isso, repensar diariamente a maneira em que os usamos e pressionar as autoridades e órgãos competentes no mundo todo. Não é mimimi, muito menos tem a ver com posição política. Escrevo isso também como forma de lembrete pra mim. Nós realmente PRECISAMOS ACELERAR A TRANSIÇÃO PRA UMA MATRIZ ENERGÉTICA 100% LIMPA E RENOVÁVEL. Não. Existe. Planeta. B. Ao povo nordestino e a todos os voluntários, a minha eterna gratidão. O MUNDO está vendo que VOCÊS estão limpando o óleo do nosso mar no braço. OBRIGADA. (Continua nos comentários)

A post shared by Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) on

Ela também agradeceu à população do Nordeste pelo trabalho voluntário em tentar recuperar as mais de 300 praias na região atingidas pelo óleo. A atriz reforçou críticas ao governo federal pelo descaso e os governos estaduais e municipais pela “falta de preparo e estrutura”.

Marquezine não é a primeira celebridade a reclamar do problema nas redes sociais. O tom geral é de críticas à atuação do governo federal no episódio, mas de elogio aos voluntários que estão ajudando na limpeza. Entre as personalidades que se manifestaram estão a atriz Sonia Braga, a apresentadora Bela Gil, o youtuber e humorista Whindersson Nunes.

“A maior barreira de corais do mundo quase foi melada de óleo. A população que vive da pesca e do turismo fazendo de tudo pra limpar o lugar de onde vem o sustento. Tartaruga, golfinhos e peixes morrendo nessa bosta de óleo. Ninguém sabe de onde vem, ninguém sabe quem foi, ninguém sabe de nada, ninguém nunca sabe de porra nenhuma”, escreveu Whindersson Nunes, que é do Piauí. Ele pede ajuda com luvas e botas para as pessoas que estão ajudando a limpar as praisa. “O Nordeste sempre foi receptivo e carinhoso com todos, precisamos das praias limpas pra receber vocês”, disse.

View this post on Instagram

Rapaz mas é uma putaria muito grande um negócio desses.. 187 localidades do Nordeste, eu disse CENTO E OITENTA E SETE localidades atingidas por essa disgraça dessa merda desse carai desse óleo. A maior barreira de corais do mundo (no último vídeo) quase foi melada de óleo. A população que vive da pesca e do turismo fazendo de tudo pra limpar o lugar de onde vem o sustento. Tartaruga, golfinhos e peixes morrendo nessa bosta de óleo. Ninguém sabe de onde vem, ninguém sabe quem foi, ninguém sabe de nada, ninguém nunca sabe de porra nenhuma. Meus amigos que estão ajudando a limpar, muito obrigado e tomem cuidado que esse óleo é tóxico, se alguém das cidades puder disponibilizar luvas e botas pros voluntários eu vou ficar muito agradecido, até propaganda de graça eu faço, ninguém merece isso. O Nordeste sempre foi receptivo e carinhoso com todos, precisamos das praias limpas pra receber vocês.. Talvez esse óleo tenha que sair na torneira de alguém pra ser resolvido. Que disgraça.

A post shared by Whindersson Nunes (@whinderssonnunes) on

O deputado federal Túlio Gadêlha, que é de Pernambuco, também criticou o governo. “É inacreditável. Não existe ação do governo federal para conter o óleo nas praias do Nordeste. A grande mobilização vem do povo nordestino, das pessoas que se juntaram, arregaçaram as mangas e decidiram agir. Os estados e municípios estão sozinhos, se desdobrando, se unindo aos voluntários para tentar conter os danos ambientais causados. Enquanto isso, o Ministério do Meio Ambiente está mais preocupado em politizar a questão do que fazer alguma coisa. É isso que o Nordeste representa para o governo Bolsonaro”, escreveu.

View this post on Instagram

É inacreditável. Não existe ação do governo federal para conter o óleo nas praias do Nordeste. . A grande mobilização vem do povo nordestino, das pessoas que se juntaram, arregaçaram as mangas e decidiram agir. . Os estados e municípios estão sozinhos, se desdobrando, se unindo aos voluntários para tentar conter os danos ambientais causados. . Enquanto isso, o Ministério do Meio Ambiente está mais preocupado em politizar a questão do que fazer alguma coisa. . É isso que o Nordeste representa para o governo Bolsonaro. Mas o povo nordestino me orgulha cada dia mais, pelas atitudes, pela força, pela resiliência. . #orgulhodesernordestino #meioambiente #preservacao #nordeste #praia #vazamento #oleo #vidamarinha #vazamentodeoleoNE

A post shared by Túlio Gadêlha (@tulio.gadelha) on

A apresentadora Bela Gil, que é baiana, também elogia o Nordeste pela reação. “Me admira e me orgulha o povo nordestino, ao mesmo tempo que me machuca e me envergonha o governo federal!!! Sem ajuda do governo, a população vai às praias limpar o piche com as próprias mãos” postou.

A atriz Sônia Braga postou um vídeo de uma tartaruga impregnada de óleo sendo resgatada na praia de Maragogi, em Alagoas, e lembrou do grande número de animais afetados pelo desastre ambiental. Em vídeo postado pela produtora Paula Lavigne, a atriz pede providências ao governo. “Não é apenas muito grave, mas urgente”, afirma Sônia Braga, que completa: “E que identifiquem a origem e os culpados por esse crime ambiental”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Quem está reclamando??? Só porque deu para o cai-cai acha que pode tudo????

    Curtir

  2. Nossa! Temos uma nova cientista ambiental na praça???

    Curtir

  3. Será que foi ela que escreveu isso tudo??? Ou é só um rostinho bonito divulgando a pauta de alguma ong???

    Curtir