Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasil perdeu 40.821 empregos em novembro

Por Da Redação 22 dez 2008, 15h10

O Brasil perdeu 40.821 postos de trabalho formais em novembro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta segunda-feira pelo Ministério do Trabalho. A queda é a primeira registrada em um mês de novembro desde 2002. Em comparação ao mês de outubro, a redução do número de vagas foi de 0,13%.

Ainda assim, no acumulado do ano até novembro, o saldo é positivo. Foram criados 2,1 milhões de postos de trabalho formais, um crescimento de 7,27% em relação a todo o ano de 2007.

Segundo o relatório do Caged, o mau resultado de novembro “além de refletir forte sazonalidade, parece indicar a presença dos efeitos negativos da crise financeira internacional”. No mesmo período de 2007, foram criados 124.554 empregos no país.

O ministro do Trabalho Carlos Luppi afirmou que dezembro está invertendo a tendência apresentada no mês anterior. “O crescimento médio de dezembro será de 10% em relação a dezembro de 2007”, adiantou o ministro.

O setor em que houve maior número de corte de vagas é o da indústria de transformação – que engloba alimentos, metalurgia e calçados, entre outros. Houve redução de 80.789 empregos.

Já a indústria de indústria de produtos alimentícios e bebidas registrou enxugamento de 13.524 postos. Para elaborar o Caged, o Ministério do Trabalho considera o saldo registrado no mercado formal, ou seja, o número de contratações menos o de demissões.

Continua após a publicidade
Publicidade