Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro sugere compra de votos pela reforma da Previdência

Em entrevista a rádio, deputado disse que quem votar favoravelmente à mudança sem "levar nada" é considerado otário dentro do Congresso

Em entrevista nesta segunda-feira (5) ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que o “papo dentro do Parlamento” sobre a reforma da Previdência é que “quem votar sim e não levou (sic) nada é otário”. “Tem cara honesto que quer votar até favorável (à reforma), é direito dele, mas que diz que vai votar contra porque não quer a pecha de corrupto.”

Ao exemplificar a relação de “toma lá da cá”, Bolsonaro citou o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB): “É igual o que aconteceu no governo Fernando Henrique Cardoso quando foi votada a PEC da reeleição. Eu pensei em votar favorável, mas quando pintou 200 mil, pagos pelo governo FHC, eu tirei o time fora, votei contra”, afirmou o presidenciável.

A assessoria do Planalto foi procurada, mas não quis comentar as declarações de Bolsonaro.

Por meio de nota, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que nem o seu governo, nem o PSDB se envolveram em casos de compra de votos. Ele disse também que “houve processos na Câmara para comprovar as acusações e o governo deu total apoio às apurações”.

Mais diretamente sobre a entrevista do deputado, FHC disse: “Espanta-me que o deputado, havendo sabido até de valores não tenha denunciado o fato na época e só agora, vinte anos depois, venha com esta conversa.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A manchete não condiz com o teor da matéria. Bolsonaro não “sugere” nada, apenas comenta os fatos. Que mau-caratismo!

    Curtir

  2. Isso esta bem diferente da matéria real.
    Como sempre, tem alguém dizendo oque quer pelo nome dos outros.

    Curtir

  3. Que chamada de matéria vergonhosa.

    Curtir

  4. Que título mais tendencioso, típico de tablóide sensacionalista… bem, é isso que a Veja é, mesmo, quando se trata de difamar.

    Curtir

  5. Marco Buslins

    Por essas e outras que eu deixei de assinar a Veja!

    Curtir

  6. samuel sales

    Essa Veja pede pra ser processada kkkkkkkkkkkk. Siga o exemplo de sua irmã Exame, foi 100% imparcial, nada de tendenciosidade. Chora mais. Bolsonaro 2018.

    Curtir

  7. Fernando MayoL

    A manchete não condiz com o teor da matéria. Bolsonaro não “sugere” nada, apenas comenta os fatos. Como sempre a revista fazendo a sua fama de revista mal caráter… What a surprise…

    Curtir

  8. O Governo, que não pensa na população, continua com o número de votos, no máximo, que teve na denúncia contra ele. Não aprovará a nefasta reforma da Previdência. QUEM VOTAR É TRAIDOR!

    Curtir

  9. Pode juntar Globolixo, Veja Marron, Folha da Ditadura da imprensa…agora temos as redes sociais para mostrar a verdade. Bolsonaro 2018. Detalhe…vou trabalhar de graça na campanha e botar do meu próprio dinheiro para um painel publicitário cartaz ou outdoor em favor da campanha do Mito.
    Bando de canalhas é esse conjunto de meios de comunicação que mantém o Brasil num profundo atraso. Canalhas! canalhas!

    Curtir

  10. Pode juntar G/l/o/b/o/l/i/x/o, V/e/j/a Marron, Folha da Ditadura da imprensa…agora temos as redes sociais para mostrar a verdade. Bolsonaro 2018. Detalhe…vou trabalhar de graça na campanha e botar do meu próprio dinheiro para um painel publicitário cartaz ou outdoor em favor da campanha do Mito.
    Bando de canalhas é esse conjunto de meios de comunicação que mantém o Brasil num profundo atraso. Canalhas! canalhas!

    Curtir