Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bezerra: Ministério das Cidades tem fatia maior de verba

Por Andrea Jubé Vianna

Brasília – O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, afastou de sua pasta a responsabilidade pela gestão das verbas para obras antienchentes, atribuindo ao Ministério das Cidades a administração da maior fatia desses recursos. Ele afirmou hoje, durante entrevista coletiva, que o valor dos investimentos em ações de prevenção a desastres naturais não se restringe aos recursos alocados na Secretaria Nacional de Defesa Civil, vinculada ao Ministério da Integração. “Os recursos de prevenção de desastres estão alocados, de forma muito mais ampla, no Ministério das Cidades”, frisou o ministro.

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostrou que o ministro destinou 90% dos recursos antienchentes da sua Pasta a Pernambuco, seu Estado de origem. Bezerra Coelho acrescentou que a presidente Dilma Rousseff determinou que o governo brasileiro “virasse o jogo” no tocante às ações de defesa civil, investindo mais em prevenção do que em ações de socorro e reconstrução.

Segundo Bezerra, Dilma reservou R$ 11 bilhões em recursos com essa finalidade, mas que estariam sob a gestão da pasta das Cidades, destinados a projetos de proteção de morros, reforço de encostas e obras de macrodrenagens. Ele informou ainda que 251 cidades de alto risco, escolhidas pelo Ministério da Integração Nacional, deverão receber esses recursos, mas seguindo projetos que serão selecionados pela pasta das Cidades.