Clique e assine com 88% de desconto

Beneficiário do Bolsa Família doou R$ 75 mi nas eleições, diz TCU

Corte diz, em seu sexto relatório entregue ao Tribunal Superior Eleitoral, que quase metade das doações neste pleito são suspeitas

Por Da redação - Atualizado em 17 out 2016, 15h54 - Publicado em 17 out 2016, 14h10

O Tribunal de Contas da União (TCU) entregou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o sexto relatório das eleições municipais deste ano e constatou que quase metade do montante arrecadado por candidatos e partidos tem possíveis irregularidades. Dos 2,227 bilhões de reais embolsados por todas as campanhas, 1,41 bilhão de reais são suspeitos. A quantidade de casos suspeitos chega a 259.968.

Leia também:
MP apura se prefeita no RN distribui água só para quem votou nela

Nesse último relatório, o TCU encontrou um beneficiário do Bolsa Família que doou 75 milhões de reais. Houve também o caso de uma empresa de produções cujo sócio é beneficiário do Bolsa Família que prestou serviço no valor de 3,57 milhões de reais. Além disso, o número de doadores falecidos subiu para 290.

De acordo com o TSE, o Tribunal de Contas da União compartilhou o material com o Ministério Público Eleitoral (MPE) e as suspeitas em torno de beneficiários do Programa Bolsa Família, com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS). Os indícios de irregularidades serão disponibilizados aos juízes eleitorais para apuração com prioridade, em até cinco dias a partir do conhecimento do caso.

Publicidade