Clique e assine com até 92% de desconto

Barroso é nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal

Após aval do Senado, nomeação foi publicada nesta sexta no 'Diário Oficial da União' e data prevista para posse é dia 26

Por Da Redação 7 jun 2013, 10h11

Após ser sabatinado e ter o nome aprovado pelo Senado, o advogado constitucionalista Luís Roberto Barroso foi oficialmente nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A nomeação foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União, assinada pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Barroso, que foi indicado pela presidente, assume a vaga aberta na Corte com a aposentadoria do ministro Carlos Ayres Britto. A previsão é de que a posse seja no próximo dia 26, no plenário do Supremo.

Barroso teve sua indicação aprovada pelo Senado, nesta quarta-feira, com aval de 59 senadores e rejeição de seis. O novo ministro tem 55 anos e atuou no STF como advogado em processos de temas de grande repercussão, como união homoafetiva, aborto de fetos anencefálicos e pesquisa com células-tronco embrionárias. Barroso também defendeu o terrorista italiano Cesare Battisti no julgamento do seu pedido de extradição.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade