Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oito vítimas do incêndio no CT do Flamengo são identificadas pelo IML

O volante Rykelmo de Souza Viana, de 16 anos, conhecido como Bolívia, foi o último reconhecido pelos exames de arcada dentária

O Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto, no centro do Rio de Janeiro, conseguiu identificar oito das 10 vítimas do incêndio do Flamengo na sexta-feira 8, no Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube. Apesar de alguns corpos terem sido carbonizados e não poderem passar pelo reconhecimento visual feito pelos parentes, os exames com a arcada dentária permitiram que os atletas fossem identificados.

O volante Rykelmo de Souza Viana, de 16 anos, conhecido como Bolívia, foi o oitavo identificado. Além dele, foram reconhecidos Christian Esmério (goleiro de 15 anos), Athila Paixão (atacante de 14 anos), Bernardo Pisetta (goleiro de 14 anos), Pablo Henrique (zagueiro de 14 anos), Arthur Vinícius (zagueiro de 14 anos), Victor Isaías (atacante de 15 anos) e Gedson Santos (meia de 14 anos). Sete corpos já foram liberados pelo IML.

Se os dois corpos restantes não forem identificados através dos exames realizados no IML, eles terão que passar por testes de DNA. O procedimento pode demorar meses para ser concluído. “Seguimos esperando que a família ajude com exames, principalmente odontológicos que por ventura tenham em casa, pra ajudar nesse trabalho. O DNA é a última opção”, afirmou a assessoria da Polícia Civil.

As famílias de Jorge Eduardo (volante de 15 anos) e Samuel Thomas (lateral-direito de 15 anos) foram comunicadas pelo clube sobre a situação no hotel em que estão hospedadas. Ainda não se sabe se os parentes das vítimas vão permanecer no Rio de Janeiro ou voltar para suas cidades e esperar os resultados dos exames.