Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataques em Suzano foram aleatórios e incluíram até luta entre estudantes

Imagens mostram momento em que dupla entra em escola e inicia ataque; Guilherme dispara contra estudantes e Luiz tenta impedir fuga com machadadas

Imagens de uma câmera de segurança da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), registraram o momento em que Guilherme Traucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, ingressaram no local e começaram o ataque que vitimou cinco estudantes e duas funcionárias. Antes, eles também mataram o tio de Guilherme, Jorge Antonio Morais.

Guilherme entra sozinho na escola, em frente a um balcão de atendimento, onde estão reunidas aproximadamente dez pessoas. Ele vira para o lado, saca a arma, vira novamente e mira, atirando aleatoriamente contra os estudantes, fazendo as primeiras vítimas. Outras fogem e Guilherme, na sequência as segue, saindo do quadro registrado por esta câmera.

Na sequência, é a vez de Luiz de Castro, que entra correndo e fecha a porta principal da escola. Diferentemente de Guilherme, Luiz não está com armas de fogo. Ele retira da mochila uma machadinha e volta a atingir algumas das vítimas que já estavam mortas, até que estudantes começam a correr em direção à saída.

A primeira, uma menina, chega a ser atingida várias vezes pelo homem, mas consegue se desvencilhar e fugir. Neste momento, outros estudantes começam a correr para a porta, em um fluxo que Luiz tenta conter, atingido parte dos que passam por ali com a machadinha, até que a arma acaba fincada em um jovem, que foge com ela.

Com a fuga de parte das potenciais vítimas, Luiz de Castro vai atrás do colega, em trecho que não foi capturado pelo equipamento de segurança. Depois disso, é possível ver os demais alunos que fugiram do local.