Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Arcebispo do Rio é assaltado pela segunda vez em menos de um ano

Dom Orani Tempesta foi abordado por quatro assaltantes na Zona Norte do Rio de Janeiro. Criminosos levaram o carro do cardeal

Por Da Redação 6 jul 2015, 09h52

O cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, sofreu um assalto em Quintino, na Zona Norte da capital fluminense, na noite de domingo. É a segunda vez em menos de um ano que d. Orani é vítima de roubo.

Ele voltava de carro, com o motorista e um casal de amigos, de uma missa em Campo Grande, na Zona Oeste da cidade, quando o veículo foi abordado por quatro homens armados na altura do Viaduto de Quintino. Ninguém ficou ferido. O caso foi registrado na 24ª Delegacia de Polícia, em Piedade. Agentes tentam localizar, agora, os assaltantes e recuperar o carro roubado.

Em setembro de 2014, o cardeal foi assaltado em Santa Teresa, na região Central do Rio, e teve o anel, o cordão e o crucifixo roubados. Um dos três criminosos teria reconhecido o religioso e pedido desculpas pela ação. Antes disso, d. Orani chegou a ser revistado e ter uma arma apontada para a cabeça. Ele deixava a Residência Assunção, no Sumaré, e seguia de carro para um debate na sede da Arquidiocese do Rio, na Glória, Zona Sul.

Na ocasião, criminosos também levaram um celular, uma máquina fotográfica, uma mochila e o paletó do motorista. Um seminarista que também estava no carro teve a batina roubada. Ninguém se feriu.

A Arquidiocese do Rio ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assalto do último domingo.

Leia também:

Dom Paulo Evaristo Arns recebe alta após 10 dias

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade