Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Arcebispo de Belo Horizonte é eleito presidente da CNBB

Dom Walmor Oliveira de Azevedo comandará a principal entidade da Igreja Católica no Brasil pelos próximos quatro anos

Por Da Redação - Atualizado em 7 maio 2019, 02h55 - Publicado em 7 maio 2019, 00h41

O arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira de Azevedo, foi eleito nesta segunda-feira 6 como o novo presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a principal entidade da Igreja Católica no Brasil. O sacerdote cumprirá um mandato de quatro anos, ao lado de dois vice-presidentes, também eleitos nesta segunda: dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre (RS) e dom Mário Antonio Silva, bispo de Roraima.

Dom Walmor, de 65 anos, é natural de Côcos (BA) e será o primeiro baiano a comandar a CNBB. É doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma, Itália) e mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico (Roma, Itália).

Em 1988, foi nomeado bispo auxiliar de Salvador pelo papa João Paulo II. Em 2004, se tornou arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e, em 2008, foi escolhido para ser um dos quatro representantes do Brasil na XII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, realizada em Roma.

Em fevereiro de 2014, foi nomeado pelo Papa Francisco membro da Congregação para as Igrejas Orientais. Com mais de 15 livros publicados, dom Walmor é membro da Academia Mineira de Letras.

Publicidade

O novo presidente foi escolhido pelos episcopado brasileiro que participa, em Aparecida (SP), da 57ª Assembleia Geral da CNBB. Ele recebeu a maioria absoluta de votos do total de 301 bispos votantes. “Aceito com humildade, aceito com temor e aceito à luz da fé”, declarou Walmor ao ser anunciado como vencedor do pleito. 

Publicidade