Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aquecedor errado pode ter provocado mortes em Ferraz

Dono de imóvel onde morreram mãe e quatro filhos afirmou que comprou modelo errado de aquecedor a gás para residência

O proprietário do apartamento onde morreram mãe e quatro filhos em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, afirmou em depoimento à polícia que comprou o modelo errado de aquecedor para a residência. Antônio Aparecido das Neves Júnior afirmou que o equipamento era para gás de tubulação de rua, já que havia um cano dentro do apartamento. O certo seria um aparelho de gás GLP, abastecido por botijão do condomínio, segundo os investigadores.

Leia também:

Leia também: Polícia apura se vazamento de gás matou mãe e 4 filhos em SP

A polícia suspeita que a morte de Dina Vieira da Silva, de 42 anos, e de seus filhos de de 7, 11, 12 e 16 anos tenham morrido por causa de um vazamento de gás no apartamento. Uma perícia realizada pelo Instituto de Criminalística identificou um vazamento no aquecedor da cozinha, o que pode ter causado a morte acidental das vítimas por inalação da substância. Em junho, outro morador do imóvel também morreu em condições suspeitas.

Um exame realizado em alimentos consumidos pela família na véspera da descoberta dos corpos descartou a morte por envenenamento. Com o resultado, o namorado de Dina, o boliviano Alex Pedraza, teve a prisão temporária suspensa.

(Com Estadão Conteúdo)