Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após tornado, Taquarituba decreta estado de calamidade

Duas pessoas morreram e 63 ficaram feridas na passagem de um forte vendaval pelo município do interior de SP; governador foi ao local verificar estragos

A prefeitura de Taquarituba, cidade distante 320 quilômetros de São Paulo, decretou estado de calamidade pública após um tornado passar pelo município nesse domingo, causando a morte de duas pessoas; há 63 feridos. Nesta segunda-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) visitou Taquarituba e se reuniu com o prefeito Miderson Zanello (PSDB) para avaliar os estragos provocados pelo evento climático.

Em nota, a Defesa Civil do estado informou que parte do abastecimento de energia elétrica e do sistema de telefonia, afetados pelo vendaval, foram restabelecidos nesta segunda.

Leia também:

Chuva afeta 20 000 e obriga 4 000 a saírem de casa em SC

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin visita o distrito industrial de Taquarituba, nesta segunda-feira (23). Um vendaval deixou pelo menos duas pessoas mortas e um rastro de destruição no último domingo (22) O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin visita o distrito industrial de Taquarituba, nesta segunda-feira (23). Um vendaval deixou pelo menos duas pessoas mortas e um rastro de destruição no último domingo (22)

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin visita o distrito industrial de Taquarituba, nesta segunda-feira (23). Um vendaval deixou pelo menos duas pessoas mortas e um rastro de destruição no último domingo (22) (/)

De acordo com a Agência Brasil, a velocidade do vento, estimada em 150 e 200 quilômetros por hora, destelhou ao menos 150 casas e deixou um rastro de destruição na cidade, que tem 24.000 habitantes. Oito pessoas foram abrigadas num ginásio poliesportivo municipal, e o restante dos desalojados buscou refúgio na casa de familiares e amigos. Inicialmente, a Polícia Militar registrou a ocorrência de três mortes na cidade. O número foi corrigido para dois óbitos pela Defesa Civil, nesta segunda-feira.

Vítimas – No momento em que o tornado atingiu a cidade, um ônibus da Viação Transfronteira, que transportava um grupo de idosos, percorria a Rodovia SP-255. As rajadas de vento atingiram o veículo, que capotou diversas vezes. O motorista Jamil Francisco da Silva morreu na hora.

O tornado também arrancou a estrutura metálica de um ginásio poliesportivo quando o adolescente Mateus Pereira encontrava-se no local. Uma viga caiu sobre o jovem, que morreu. Todos os 63 feridos foram atendidos em hospitais da localidade e, em seguida, liberados. Apenas uma criança permanece internada, com fratura no braço, no pronto-socorro de Itaí, cidade vizinha de Taquarituba.

Vídeos gravados por moradores da região mostram alguns pontos devastados pelo tornado, como o terminal rodoviário da cidade e um posto de gasolina, que foram reduzidos a escombros. O tornado também causou acidentes de trânsito e afetou estabelecimentos comerciais e industriais. Os prejuízos ainda não foram contabilizados.