Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após revés, Dilma indica embaixador no Haiti para OEA

Senadores rejeitaram o nome de Guilherme Patriota, irmão do ex-chanceler Antonio Patriota, em uma derrota histórica para a presidente da República

Por Da Redação 29 Maio 2015, 10h59

Depois de o Senado rejeitar o nome de Guilherme Patriota, irmão do ex-chanceler Antonio Patriota, para a vaga de representante do Brasil na Organização dos Estados Americanos (OEA), a presidente Dilma Rousseff submeteu uma nova indicação ao posto: trata-se do diplomata José Luiz Machado e Costa, embaixador brasileiro em Porto Príncipe, no Haiti.

Leia também:

Senado rejeita indicado de Dilma para OEA

Guilherme Patriota teve o nome reprovado pelo Senado no último dia 19 – ele não obteve o número mínimo de 41 votos a seu favor. No Itamaraty, não há memória de um embaixador ter sido rejeitado no Senado. Desde 2011, o Brasil não tem um titular aprovado para o cargo na OEA, que segue ocupado interinamente pelo ministro Breno Dias da Costa, em Washington, nos Estados Unidos.

No Diário Oficial da União desta sexta-feira, Dilma também indicou os nomes para cargos de embaixadores do Brasil em Moçambique (cumulativamente com Suazilândia e Madagascar), Iraque, Dinamarca e Lituânia, Espanha e Principado de Andorra, China e Mongólia, Honduras e Botsuana.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade