Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após novo ataque, São Paulo registra 35 ônibus incendiados

Seis homens armados atearam fogo em um coletivo na Zona Sul e fugiram em três motos com placas encobertas, segundo PM

Por Da Redação 3 fev 2014, 08h59

Mais um ônibus foi incendiado na madrugada deste domingo na Zona Sul de São Paulo. É o 35º caso de coletivo incendiado na capital desde o início do ano. Segundo a Polícia Militar, seis homens não identificados incendiaram o ônibus na Avenida Senador Vitorino Freire, no Jardim Luso, região da Cidade Ademar.

Os suspeitos dirigiam três motos, que estavam com as placas encobertas, segundo informou a polícia. Eles abordaram o motorista e a cobradora da linha Jardim Luso/Terminal Bandeira, que seguia sentido bairro. No momento do incêndio, ninguém ficou ferido e não havia passageiros no local.

Leia mais:

Madrugada em SP tem ônibus queimado e base atacada

Ônibus incendiados: a nova modalidade de vandalismo em São Paulo

Continua após a publicidade

As elites brasileiras estão, literalmente, brincando com fogo

As vítimas relataram, segundo a PM, que um dos criminosos exigiu que o veículo fosse parado e outros dois entraram no ônibus com um galão de gasolina. O motorista e a cobradora foram obrigados a descer e, em seguida, o bando ateou fogo no veículo. O grupo fugiu após a ação e ninguém foi preso.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. O caso foi registrado como incêndio no 98.º Distrito Policial, em Cidade Ademar.

O reforço policial anunciado pelo Secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, ainda não conseguiu cessar os ataques a ônibus em São Paulo. De acordo com Grella, não está descartado o envolvimento de facções criminosas nos atentados.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade