Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após domingo de pânico, Rio sofre novo arrastão nesta 2ª

Três carros foram incendiados em Irajá nesta manhã. De sábado até a noite de domingo, a polícia já havia registrado pelo menos cinco ocorrências

Após um final de semana marcado pela violência, a segunda-feira começa com novos arrastões no Rio de Janeiro. Pela manhã, bandidos armados renderam e assaltaram pelo menos três motoristas na rua Itapera, em Irajá, na região metropolitana. Após o assalto, os ladrões incendiaram três carros. Não há informações sobre feridos. O arrastão ocorreu próximo ao Trevo das Margaridas e à avenida Brasil.

Uma série de arrastões levou pânico aos moradores do Rio na noite deste domingo. Foram registradas pelo menos três ocorrências em pontos diferentes do estado. Um dos arrastões ocorreu por volta das 20 horas na rua Presidente Carlos Campos, próximo ao Palácio das Laranjeiras, sede do governo fluminense.

A Polícia Militar informou que quatro homens armados renderam os ocupantes de um carro estacionado no bairro e levaram os pertences das vítimas, que voltavam de uma festa. Os ladrões roubaram objetos como bolsas, celulares e relógios. Os assaltantes fugiram.

Pouco mais tarde, por volta das 22 horas, criminosos abordaram três veículos na rua Bogari, na Lagoa, e levaram não só os pertences das vítimas como também as chaves dos veículos. Outra ação foi registrada na Pavuna, subúrbio do Rio, onde três homens armados com fuzis renderam motoristas na rodovia Presidente Dutra, sentido São Paulo. Houve troca de tiros entre os criminosos e a polícia. Pelo menos dois carros foram roubados.

À tarde, os cariocas sofreram com a ação de bandidos armados na Linha Vermelha, via expressa da zona norte do Rio. Três carros foram incendiados pelo bando, em mais um ataque com características de provocação às autoridades de segurança. A quadrilha, segundo testemunhas, era formada por seis criminosos, alguns deles portando fuzis. Um dos veículos abordados era um carro de serviço da Aeronáutica, que foi atingido por tiros.

Em outro ataque de bandidos, durante a madrugada de sábado para domingo, na BR-116, que liga o Rio ao município de Magé, na Baixada Fluminense, bandidos mataram, com um tiro, o motorista Paulo Cesar Alves. A vítima foi atingida por um tiro no tórax em uma ação que está sendo tratada como uma tentativa de arrastão. Os bandidos estariam em três carros, entre eles um Celta que foi abandonado no local.