Clique e assine a partir de 9,90/mês

Após 31 horas, homem liberta ex-mulher no PR

Moto-taxista fez família da ex-mulher refém; ele disse estar armado e chegou a dizer que tinha uma banana de dinamite

Por Da Redação - 11 jan 2013, 11h35

Após 31 horas, o moto-taxista Joelson Gomes Ferreira, de 28 anos, libertou a ex-mulher por volta das 14 horas desta sexta-feira. Ele havia feito toda a família da ex-companheira refém na manhã desta quinta-feira em Joaquim Távora, na região norte do Paraná. A vítima não tinha ferimentos. Foi apreendido um revólver 38 que estava em poder de Joelson.

Após invadir a casa da vítima, de 27 anos. o moto-taxista tomou outros quatros familiares da ex-mulher reféns. Depois de negociar com a polícia, Joelson libertou a ex-sogra, a ex-cunhada e uma enteada de 11 anos. Nesta manhã, ele libertou o filho de quatro anos que teve com a ex-mulher.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, Joelson se separou da mulher há cerca de três anos. Na quinta-feira, ele deixou Curitiba, onde mora, e seguiu para Joaquim Távora, distante 300 quilômetros. Joelson invadiu a casa da ex-mulher por volta de 7h de quinta-feira. A polícia foi acionada pelos vizinhos.

“Segundo ele [Joelson], ela não o deixava ver o filho, o que o teria motivado a tomar esta atitude”, disse o tenente-coronel Nerino Mariano de Brito, comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que está no local. A rua em que fica em casa está isolada. Atuaram no caso, além do Bope, equipes de negociadores e antibombas do Comando de Operações Especiais (COE).

Continua após a publicidade

(Atualizado às 15h47)

Publicidade