Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ao lado de Renan e Cunha, Fachin toma posse no STF

Mesa da posse do novo ministro foi composta por políticos investigados no petrolão sentados ao lado do procurador-geral da República

Por Da Redação
16 jun 2015, 17h21

O jurista Luiz Edson Fachin tomou posse nesta terça-feira da cadeira vaga há dez meses no Supremo Tribunal Federal (STF). O novo ministro assume o lugar deixado pelo ex-presidente da corte, Joaquim Barbosa, que se aposentou no ano passado.

Na cerimônia protocolar e sem discursos, Fachim dividiu a mesa com dois políticos investigados no propinoduto da Petrobras, os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, responsável pelos pedidos de investigação dos parlamentares, esteve presente.

Fachin foi conduzido ao plenário pelo decano da corte, Celso de Mello, e pelo então novato, Luís Roberto Barroso. Ele prestou compromisso como ministro e assinou o termo de posse.

A presidente Dilma Rousseff não compareceu à posse, assim como fez na solenidade que levou à Corte os outros ministros por ela indicados: Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber e Luiz Fux. Dilma foi representada pelo vice-presidente, Michel Temer. Também compareceram à solenidade o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e ministros do STF e STJ, além de outras autoridades do governo. A partir de agora, Fachin assume os cerca de 1,4 mil processos que ficaram no antigo gabinete do presidente da Corte, Ricardo Lewandowski.

Continua após a publicidade

Com a aprovação da emenda constitucional batizada de PEC da Bengala, que alterou a idade de aposentadoria compulsória dos ministros de 70 para 75 anos, Fachin será a última indicação de Dilma para o STF.

(Da Redação)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.