Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ANP: vazamento em 8 dias foi de cerca de 3 mil barris

Por Fabiana Holtz

São Paulo – O vazamento de óleo no Campo do Frade, na Bacia de Campos, foi equivalente a um volume de 3 mil barris aproximadamente em oito dias, de acordo com cálculos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A área afetada é de cerca de 160 quilômetros quadrados, informou hoje o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima.

A agência reguladora está monitorando o vazamento ocorrido no litoral do Rio de Janeiro, junto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Marinha do Brasil. O acidente ocorreu durante perfuração do poço 9-FR-50DP-RJS pela Chevron Brasil Petróleo.

O diretor-geral da ANP também afirmou nesta segunda-feira que a Chevron será autuada entre hoje e amanhã em razão do vazamento. No momento, dos 28 pontos monitorados pela ANP relacionados ao acidente, apenas um apresenta vazamento residual, segundo Lima. “Em outros nove ainda existem algumas gotas saindo”, disse, acrescentando que para a ANP a situação só é considerada controlada quando não houver mais nenhum grau de vazamento.