Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Aliados de Lula pedem que manifestantes deixem ex-presidente se entregar

Senadora Gleisi Hoffmann chegou a dizer que é Lula "quem vai sofrer as consequências" se não se entregar à Polícia Federal

Por Agência Brasil
7 abr 2018, 18h38

Impedido por uma multidão de apoiadores, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentou deixar a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), por volta das 17h30. Ele chegou a entrar em um carro com o advogado Cristiano Zanin, mas o veículo foi cercado por centenas de pessoas que impediram o veículo de sair. Desde então, integrantes do PT negociam com os manifestantes a saída do ex-presidente.

Por volta das 18h, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), pediu à multidão que liberasse a saída do ex-presidente. “Eu, mais do que ninguém aqui, queria que o Lula ficasse livre. Agora, não depende da nossa vontade”, disse ela ao microfone.

Ao pedir a colaboração de todos, Gleisi chegou a dizer que é Lula “quem vai sofrer as consequências” se não se entregar à Polícia Federal (PF).

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, o presidente estadual do PT em São Paulo, Luiz Marinho, e o ex-ministro Gilberto Carvalho também fizeram apelos à multidão.

Continua após a publicidade

Segundo João Paulo, da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), o ex-presidente vai se apresentar aos policiais. “A posição política do presidente Lula é de se apresentar à Polícia Federal neste momento”, afirmou.

Lula está na sede do sindicato desde quinta-feira (5) à noite, quando foi expedida a ordem de prisão pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lav- Jato na primeira instância. De mãos dadas, os manifestantes cercaram o prédio do sindicato. Helicópteros sobrevoam o prédio.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.