Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Alckmin confirma Dilma Pena como presidente da Sabesp

Escolhida é ex-secretária de Saneamento e Energia de São Paulo; governador não comenta denúncias envolvendo familiares

Por Carolina Freitas 18 jan 2011, 13h35

A ex-secretária de Saneamento e Energia de São Paulo, Dilma Pena, foi indicada para a presidência da Companhia de Saneamento do Estado (Sabesp). O governador Geraldo Alckmin (PSDB) confirmou nesta terça-feira a escolha do nome. “Ela é uma pessoa da área, que conhece muito a empresa, é extremamente capacitada, uma das melhores gestoras que eu conheço”, disse o tucano, após visitar a feira de tecnologia Campus Party, na capital paulista.

Dilma Pena vai substituir Gesner de Oliveira, que comandou a companhia de economia mista durante a gestão José Serra. Mestre em Administração Pública, ela é funcionária pública federal desde 1976. Dilma comandou a revisão do Plano Diretor da cidade de São Paulo e foi diretora de saneamento da Secretaria de Política Urbana do Ministério de Planejamento, quando Serra era ministro.

Denúncias – Durante a visita, Alckmin esquivou-se, mais uma vez, de comentar o suposto envolvimento de familiares na máfia da merenda, investigada pelo Ministério Público Estadual. “Eu não vou fazer nenhum comentário”, repetiu duas vezes ao ser questionado sobre o assunto por jornalistas. “Já falei sobre isso”, disse em referência à defesa que fez das investigações na semana passada.

Segundo reportagem publicada na segunda-feira pelo Jornal da Tarde, as refeições para estudantes de escolas municipais de Pindamonhangaba eram transportadas em rabecões pela funerária de Lucas César Ribeiro, sobrinho de Alckmin.

Lucas é filho de Paulo César Ribeiro, irmão da primeira-dama Lu Alckmin e citado na investigação como um lobista que, em troca de contratos para fornecimento de merenda escolar, faria doações para campanhas eleitorais de prefeitos.

Continua após a publicidade
Publicidade