Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Agricultor que viu assassinos de ambientalistas é morto

Erenilton Pereira dos Santos poderia reconhecer os pistoleiros que mataram casal que denunciou madeireiros

O agricultor Erenilton Pereira dos Santos, de 25 anos, foi encontrado morto no fim da manhã des sábado, a sete quilômetros do assentamento Praialta/Piranheira, em Nova Ipixuna, no sudeste do Pará. Sua morte estaria relacionada com o assassinato do casal de ambientalistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo, ocorrido na terça-feira (24). Ele teria visto os pistoleiros circulando em uma motocicleta vermelha na estrada de acesso ao assentamento. A polícia do Pará já abriu inquérito para apurar a morte. O casal de ambientalistas sofria ameaças por denunciar a extração ilegal de madeira na região.

Amigos contaram que Pereira da Silva teria ido comprar peixe em uma localidade, às margens do lago de Tucuruí, onde houve uma discussão com desconhecidos. Um deles atirou na cabeça do lavrador, que morreu na hora. Preocupados com a demora, moradores do assentamento saíram à sua procura. O corpo foi encontrado próximo de sua motocicleta. Agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e policiais federais que estavam na área chegaram com rapidez para levar o corpo até a cidade de Marabá, onde será feita a autópsia.

José Batista Afonso, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), da Igreja Católica, disse que o agricultor pode ter sido vítima dos mesmos matadores do casal. O secretário de Segurança Pública do Pará, Luiz Fernandes, declarou que a polícia já começou a investigar o novo assassinato na região. “Ainda não temos informações concretas”, resumiu.

(com Agência Estado)