Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Agressão a agente causa tumulto em prisão paulista

Por José Maria Tomazela

Sorocaba – A agressão de um agente penitenciário por um preso causou um princípio de rebelião terça-feira no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba (SP). A unidade tem capacidade para 576 detentos, mas estava superlotada, com 1.611 presos. Após o incidente, 61 presos foram transferidos para uma penitenciária de Presidente Venceslau.

De acordo com informações dos agentes, os presos estavam revoltados com a prisão de cinco mulheres, no final de semana, que tentaram entrar com drogas no presídio durante o horário de visitas. O detento identificado como Felipe Barbosa aproveitou uma inspeção de rotina para contagem dos presos da ala A para agredir o agente com um soco no peito. Houve um princípio de rebelião, mas o Grupo de Intervenção Rápida (GIR) do CDP conseguiu dominar os amotinados.

Em seguida, teve início a transferência dos detentos envolvidos na confusão. Os outros presos da ala foram punidos com a suspensão do banho de sol e das visitas de familiares por um período de 21 dias. Nesta quarta-feira, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que a clima era normal no CDP. Novas unidades estão sendo construídas para reduzir a lotação dos presídios.