Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aeroportos de BH e Fortaleza registram poucos atrasos

Por Lauriberto Braga

Fortaleza – O movimento no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, na véspera de feriado registrou de zero às 16 horas de hoje atraso de mais de meia hora em oito dos 59 voos domésticos programados. Somente um voo dos 59 domésticos foi cancelado, com os passageiros sendo remanejados para outros voos. Em relação a voo internacional, o único programado para hoje, no aeroporto Pinto Martins, com destino a Lisboa, saiu no horário marcado.

Há intensa movimentação de passageiros, mas a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) considera a situação normal, uma vez que já era esperado este tráfego para o dia de hoje. A previsão é de que amanhã o movimento aumente ainda mais até o meio-dia, quando as pessoas pegam voos com destinos para casas de familiares para passar a noite de Natal.

O índice de atraso de voos hoje no Pinto Martins é de 13.6% e o de cancelamento apenas de 1,7%. No saguão do Pinto Martins, as filas maiores são para os voos das companhias TAM e Gol com destino para São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Em Belo Horizonte, apesar da expectativa de transtornos nos aeroportos por causa da ameaça de paralisação dos aeroviários, a situação nos dois terminais da região metropolitana era considerada normal pela Infraero na tarde de hoje. Na capital mineira, funcionários da Gol e da TAM fizeram apenas uma paralisação de uma hora e meia ontem e o sindicato dos aeroviários garante que os trabalhadores vão manter as atividades pelo menos até a virada do ano.

Até as 15 horas de hoje, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana da capital, registrava atrasos em sete dos 81 voos domésticos previstos, o que representa 8,6% do total. Não houve registro de cancelamentos. Segundo a Infraero, os seis voos internacionais programados para o período operaram no horário. Já no Aeroporto da Pampulha, dos 18 voos previstos até o meio da tarde, quatro (22,2%) registravam atrasos e houve um cancelamento. De acordo com a Infraero, os atrasos nos dois terminais eram considerados normais, com uma média de 15 minutos além dos horários programados.