Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Aécio tentou barrar Lava Jato, mostra gravação de Joesley Batista

Conversa entre empresário e senador foi publicada pelo site 'BuzzFeed". No diálogo, Aécio também diz trabalhar no Congresso pela anistia ao caixa dois

Por Da redação - 18 maio 2017, 18h07

Alvo de um pedido de prisão negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece em uma das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS e delator premiado, dizendo “trabalhar igual um louco” em tentativas de anistiar o caixa dois no Congresso e fala de estratégias para obstruir a Operação Lava Jato no Ministério da Justiça. O conteúdo do diálogo foi antecipado pelo site BuzzFeed nesta quinta-feira.

Em outra gravação feita por Joesley, revelada ontem pelo jornal O GloboAécio pede 2 milhões de reais ao empresário sob a justificativa de custear sua defesa na Lava Jato. Nesta quinta-feira, Andréa Neves e Frederico Pacheco de Medeiros, irmã e primo de Aécio, também citados na delação da JBS, foram presos pela Polícia Federal. O senador se licenciou da presidência do PSDB.

Veja abaixo o diálogo entre Aécio Neves e Joesley Batista sobre caixa dois e obstrução da Lava Jato:

Publicidade