Clique e assine com 88% de desconto

Aécio Neves diz que “não é Deus” para eleger Lacerda

Por Da Redação - 26 out 2008, 14h28

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), afirmou neste domingo que “não é Deus” para conseguir eleger o candidato à prefeitura de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB), apoiado pelo tucano e também pelo prefeito de BH, o petista Fernando Pimentel. Aécio fez a afirmação ao ser questionado por jornalistas a respeito das críticas que recebeu pelo fato de Lacerda não ter conseguido se eleger já no primeiro turno.

O candidato chegou a aparecer com grande vantagem sobre Leonardo Quintão (PMDB) nas pesquisas de intenção de voto, mas o peemedebista conseguiu chegar ao segundo turno. “Não sou Deus. Nosso candidato teve 43% dos votos no primeiro turno, mais do que qualquer candidato em qualquer capital do Sudeste, que apresenta as maiores cidades, e se ganharmos agora será a vitória de uma tese”, afirmou o tucano.

Independentemente do resultado das eleições na capital mineira, Aécio disse que vai continuar defendendo o que chama de “convergência” entre os partidos, inclusive o PSBD e o PT. “O Brasil não pode ser refém eternamente desse maniqueísmo que coloca num extremo do espectro político o PSDB e no outro o PT, cada um buscando os seus aliados e se enfrentando por uma busca exclusivamente do poder”, completou.

Publicidade