Clique e assine a partir de 8,90/mês

Acusados de matar Mércia Nakashima vão responder em liberdade

Por Da Redação - 20 out 2010, 10h38

O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu nesta quarta-feira que o advogado e policial militar reformado Mizael Bispo de Souza e o vigia Evandro Bezerra Silva, acusados de matar a advogada Mércia Nakashima, ex-namorada de Mizael, vão responder ao processo em liberdade.

O TJ-SP também deve definir nesta quarta se eles vão a júri popular. A sessão está prevista para começar às 13 horas no Fórum de Guarulhos (SP). O julgamento do caso começou na segunda-feira, no Fórum Central de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Mércia foi morta após deixar a casa da avó, em Guarulhos, no dia 23 de maio. Seu corpo foi encontrado em uma represa de Nazaré Paulista no dia 11 de junho. O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) apontou que ela morreu por afogamento.

Confira no blog Acervo Digital: Crimes passionais que chocaram o Brasil

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade