Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acusado de matar jovem durante carona é agredido na cadeia

Kelly viajava de São José do Rio Preto (SP) para se encontrar com o namorado em Itapagipe (MG) quando foi agredida e estrangulada pelo acusado

Jonathan Pereira Prado, de 33 anos, acusado de matar Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, durante uma carona combinada por aplicativo de celular, foi agredido na cadeia. Ele sofreu um corte no supercílio e outros ferimentos na cabeça, que precisou ser enfaixada na noite de sexta-feira. Isso horas após prestar depoimento e contar detalhes do crime, inclusive, que arrastou a vítima amarrada a uma corda por quase três quilômetros.

O suspeito era fugitivo da cadeia e já responde por outros oito crimes. Ele está no Presídio de Frutal (MG), na região do Triângulo Mineiro. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), a agressão é investigada e ele foi transferido para uma cela individual após ser medicado.

Kelly viajava de São José do Rio Preto (SP) para se encontrar com o namorado em Itapagipe (MG) quando foi agredida e estrangulada pelo acusado, que se inscreveu no aplicativo e conseguiu carona com a jovem. Seu corpo foi localizado na quinta-feira, 2, em um córrego, para onde o acusado a arrastou, segundo ele, após matá-la.

Reconstituição

Ele foi preso no mesmo dia do crime em São José do Rio Preto. O delegado Heli Andrade, de Uberaba (MG), contou que Jonathan deverá permanecer no presídio em Minas até que seja feita a reconstituição do crime, o que deve ocorrer ainda nesta semana. “Por isso, é importante que ele continue aqui na região”, falou.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Só louco hoje em dia, dá carona a um desconhecido. Essa garota foi totalmente inconsequente e perdeu a vida para um maníaco.

    Curtir

  2. Responde por oito crimes e tem direito a indulto?? Justiça de lixo essa! Maldito direitos humanos pra esses demonios e a moça, coitada, acreditando num mundo melhor….não com essa gente vagabunda desse país!

    Curtir

  3. Damastor Dagobé

    Charles Manson, que nem estava na cena dos crimes pelos quais foi condenado a prisão perpetua em 1967, e está preso até hoje…não matou nem feriu ninguém, diretamente, mas foi responsável pelo que aconteceu….aqui no Brasil teria saído no primeiro natal, micareta, carnaval, dia das bruxas ou qqr besteira dessas e teria continuado seu reinado de terror. Mas aqui é uma especie de republica de advogados em que todo o sistema judicial é construído para o beneficio de malfeitores e para a fortuna de advogados,

    Curtir

  4. O problema do Brasil tem um nome: Código de Processo Penal. É de uma obsolescência galáctica. Somos um povo bovino, que aceita tudo e não faz nada. Temos que passar por uma “bolsonarização”. Criminosos, assassinos, pedófilos, traficantes, latrocidas, etc, saindo da cadeia pra passar o dia das mães, dos pais, das crianças, páscoa, etc. livres. Isso é de uma estupidez atroz. Temos que ter presídios bons, com funcionários bem pagos. E um código penal que valorize a vida e o cidadão de bem. Chega de esquerda, de “direitos humanos” e de Marias-dos-Rosários. Monstros assassinos tem que virar adubo. Ao inferno com todos eles.

    Curtir

  5. Leonardo Rocha

    responde a 8 crimes e fugitivo!! bem que poderia ser a filha de um desses magistrados…

    Curtir