Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acusado de matar filho de Carlinhos de Jesus será julgado

Dudu foi atingido por nove tiros na saída uma casa de shows, em 2011

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro marcou para o dia 7 de agosto o início do julgamento do policial militar acusado de matar o filho do dançarino Carlinhos de Jesus. André Pedrosa dos Santos deve ser interrogado nesta primeira audiência. A Vara Criminal também decidiu manter a denúncia do Ministério Público por porte ilegal de arma contra ele.

Testemunhas de acusação e defesa também devem ser ouvidas. Conforme o TJ, Santos apresentou defesa prévia alegando que os policiais designados pela promotoria não poderiam ser ouvidos porque o depoimento deles seria parcial. “O juízo, contudo, manteve o recebimento da denúncia”, informa o Tribunal.

Carlos Eduardo Mendes de Jesus, conhecido como Dudu, tinha 32 anos e foi morto a tiros em novembro de 2011, em frente a uma casa de shows localizada em Realengo, na Zona Norte. O cantor havia acabado de se apresentar no estabelecimento com sua banda. Ele foi surpreendido pelos atiradores quando se dirigia para o seu carro, e foi atingido por nove tiros.

Segundo a Divisão de Homicídios do Rio, que investigou o caso durante um ano e meio, as duas hipóteses para o crime são motivo passional ou vingança.

Leia também:

Leia também: PM é principal suspeito da morte de filho de Carlinhos de Jesus