Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
#VirouViral Por Coluna Como surgem e se espalham os assuntos mais comentados da internet

Viralizou no Twitter: a prisão de um jovem cantor americano. Confira o vídeo

O povo do Twitter ficou comovido, ontem, com a prisão do cantor Jack Gilinsky, da dupla americana de pop-rap Jack &Jack. A hashtag FreeGilinsky foi parar nos trending topics da rede social. Por que tamanho burburinho? O artista foi detido, em um aeroporto na cidade de Los Angeles, após sair de uma loja com uma […]

Por Talissa Monteiro Atualizado em 30 jul 2020, 21h47 - Publicado em 21 set 2016, 18h40

O povo do Twitter ficou comovido, ontem, com a prisão do cantor Jack Gilinsky, da dupla americana de pop-rap Jack &Jack. A hashtag FreeGilinsky foi parar nos trending topics da rede social. Por que tamanho burburinho? O artista foi detido, em um aeroporto na cidade de Los Angeles, após sair de uma loja com uma blusa, sem pagar. A polícia foi acionada, pelo gerente do estabelecimento, e Gilinsky tentou se explicar dizendo que havia sido um engano e que pagaria pelo produto. Ele alega que ia comprar o exemplar, mas, sem querer, havia saído da loja com ele (provavelmente, para mostrar antes a amigos). Mesmo assim, foi levado à delegacia.

O amigo e parceiro da dupla musical, Jack Johnson, registrou o ocorrido e publicou na sua conta do Snapchat. Uma fã, que estava com ele, compartilhou os vídeos no Twitter de Johnson, fazendo o caso viralizar. Gilinsky foi solto após cerca de 4 horas. Confira a saga do cantor, momento a momento:

Quando o policial o abordou, questionando-o sobre a blusa:

Johnson, de sua dupla musical, disse que “não acreditava” que Gilisky seria realmente levado à delegacia:

Depois, Johnson acompanhou o amigo até a delegacia e criou um coro para pedir que ele fosse solto, espalhando a hashtag #FreeGilinsky pela internet:

O parceiro continuou a pedir pela liberdade de Gilinsky, mantendo o bom humor:

Johnson afirmava que todos sabiam que Gilinsky era inocente, até os policiais, e colocou a culpa no gerente da loja:

Cerca de quatro horas depois, Gilinsky foi solto:

O caso do cantor deixou muitos fãs e usuários do Twitter indignados com o (aparente) exagero da polícia americana. No fim, porém, as autoridades comprovaram ter feito apenas seu serviço (de checar se havia sido cometido um crime, ou não) e, depois de resolvido o mal-entendido, a dupla pôde continuar a cantar por aí.

Continua após a publicidade
Publicidade