Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O vídeo viral da barraca que voa (muito alto) é verdadeiro?

Sim. A barraca, que inflou com o ar quente, alçou voo sobre a avenida Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo

A pergunta “é um pássaro; é um avião?” acaba de receber uma nova resposta: é uma barraca. Sim, isso mesmo. Uma barraca voadora acabou chamando atenção nas redes sociais nesta semana e divertiu muita gente.

Adriano Malos Espirito Ferreira da Silva, de 39 anos, deixou sua barraca em uma área aberta no prédio onde mora para secar. Tempos mais tarde, enquanto tirava uma soneca, foi acordado com uma notícia… improvável. Sua barraca tinha alçado voo e – pasme – estava acima do monotrilho que segue a Avenida Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo.

 

 

O vídeo que mostra o “objeto” voando no Facebook já tem mais de 725.000 visualizações. Entre os 2.200 comentários da publicação, Raphael Campos, de 26 anos, disse que o passeio da barraca aconteceu perto de sua casa.

“Eu estava indo até uma agência dos Correios para fazer uma entrega quando olhei para cima e vi um objeto. Na hora, achei que fosse um balão pois eles são muito comuns nessa região. Mas quando cheguei em casa e vi o vídeo, dei muita risada porque era uma barraca”, afirma o empresário ao #VirouViral.

Só queria dar um passeio

“Estava em Santa Catarina e tinha chegado de viagem. Caíram alguns ovos na minha barraca e resolvi lavar em uma área do prédio. Quando terminei, coloquei ao Sol para secar e entrei no apartamento. De repente, escuto a galera do prédio gritando que minha barraca estava voando”, diz Adriano ao blog.

De acordo com Adriano, a barraca rolezeira é sua grande companheira de viagem – e, em nome de tantos momentos juntos, ele resolveu ir atrás da dita cuja. “Ela fez a volta no monotrilho e caiu aqui do lado. Um homem com uma moto resolveu apanhá-la para mim. Por incrível que pareça, estava intacta”, conta.

Adriano ainda contou que muitas pessoas o procuraram para dizer que o mesmo aconteceu com elas.

Mas… será que uma barraca pode mesmo voar desse jeito?

Sim. Além da força do vento e do formato da barraca, elementos como o calor também podem contribuir para o objeto “decolar”. “Ao secar a barraca, o vapor gerado é quente. Isso cria uma força de flutuação maior que o peso da barraca, o que faz com que ela voe. Conforme ela resfria enquanto está no ar, essa força de flutuação diminui e a barraca começa a perder altitude”, afirma o professor Kamal Ismail, da Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s