Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Última temporada de ‘Anne With an E’ expõe preconceitos contra indígenas

Agora adolescente, a garota precisa lidar com dilemas típicos da idade em meio ao século XIX, mas amizade com uma nativa apresenta à ruiva um novo mundo

Por Raquel Carneiro - Atualizado em 3 jan 2020, 08h00 - Publicado em 3 jan 2020, 07h00

Anne With an E — terceira temporada (disponível na Netflix) A adorável ruivinha Anne (ainda mais fofinha na pele da atriz Amybeth McNulty), do clássico da literatura Anne of Green Gables, encerra sua jornada na TV com a terceira temporada da série que virou sensação entre jovens e adultos. Com a chegada da adolescência, a protagonista e suas amigas devem lidar com dilemas típicos da idade — com a agravante de viverem sob as regras do fim do século XIX. Enquanto as moças, agora na faixa dos 16 anos, passam a se desesperar por um casamento, Anne sente a necessidade de entender suas raízes, o que a conduz por uma aventura em busca de informações sobre os pais biológicos. Em paralelo, ela se aproxima de uma garota da tribo canadense miquemaque, relação que abre um novo leque de conhecimentos para ambas, ao mesmo tempo que expõe antigos preconceitos entre brancos e indígenas. 

 

Publicidade