Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Tributo a Paulinho da Viola reafirma Zé Renato como um intérprete refinado

Em 'O Amor É um Segredo', o integrante da banda Boca Livre pinça músicas pouco conhecidas do compositor carioca que falam de amor e solidão

Por Sérgio Martins Atualizado em 24 jan 2020, 11h07 - Publicado em 24 jan 2020, 07h00

O Amor é um Segredo: Zé Renato Canta Paulinho da Viola, de Zé Renato (Mills Records) O capixaba Zé Renato é do Boca Livre, um dos maiores grupos vocais do país. Sua carreira-solo é igualmente respeitável: nela, ele se despe dos estilos musicais adotados pelo conjunto e volta-se para gêneros como o samba. O Amor É um Segredo, gravado num único dia no Recife, é um tributo a Paulinho da Viola. Zé Renato pinçou músicas pouco conhecidas do compositor carioca que falam, notadamente, de amor e solidão. Em Um Caso Perdido ou Minhas Madrugadas, ele se reafirma como um intérprete e violonista refinado.

Publicidade