Clique e assine com 88% de desconto
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

‘Sonic’ até mudou, mas as maldades de Jim Carey salvam a produção

O filme chega aos cinemas depois de três meses de atraso com um ouriço azul totalmente diferente daquela primeira versão apresentada aos fãs

Por Eduardo F. Filho - Atualizado em 14 fev 2020, 10h45 - Publicado em 14 fev 2020, 07h00

Sonic: O Filme (Sonic the Hedgehog, Estados Unidos/Japão/Canadá, 2020. Em cartaz no país) O ouriço de pelos azuis Sonic é velho conhecido de toda uma geração graças ao videogame que marcou os anos 1990. A transposição do personagem para o cinema mostrou, de cara, o tamanho do desafio de seus produtores, os mesmos da franquia Velozes & Furiosos. A primeira versão do bicho irritou tantos os fãs que a estreia foi adiada para uma revisão de seu visual. A trabalheira extra valeu a pena: Sonic não só ficou igualzinho ao ouriço do videogame, como também se move em cena com ligeireza estonteante. Na trama, Sonic (dublado por Ben Schwartz) cresce solitário no mundo dos humanos. Ao perder suas moedas mágicas, necessita da ajuda de um deles, Tom Wachowski (James Marsden), para derrotar o inescrupuloso Dr. Robotnik, vilão interpretado com delicioso exagero por Jim Carrey.

Publicidade