Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Sobreviventes do rock, Autoramas cultivam som vigoroso em novo disco

Grupo carioca apresenta ‘Libido’, oitavo álbum da carreira

Por Redação - 27 jul 2018, 06h00
Disco – Libido, de Autoramas (HBB) //Divulgação

O quarteto carioca Autoramas é um sobrevivente do rock em um mercado dominado pelo sertanejo e pelo funk. Gabriel Thomaz (guitarra e vocais), Jairo Fajer (baixo), Fabio Lima (bateria) e Erika Martins (teclados, percussão e vocais) cultivam uma sonoridade vigorosa, na qual entram surf music, rock de garagem e até o iê-iê-iê brasileiro. Oitavo disco da banda, Libido é o trabalho que melhor desenvolve essa receita, em pauladas como Ding Dong e No Futuro. Também poderosa é a interpretação do Autoramas para Eu Sei Mas Eu Não Sei, versão em português do conjunto Gang 90 e as Absurdetes para uma canção do grupo de new wave americano Blondie.

Publicidade