Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Sobreviventes do rock, Autoramas cultivam som vigoroso em novo disco

Grupo carioca apresenta ‘Libido’, oitavo álbum da carreira

Por Redação 27 jul 2018, 06h00
Disco – Libido, de Autoramas (HBB) //Divulgação

O quarteto carioca Autoramas é um sobrevivente do rock em um mercado dominado pelo sertanejo e pelo funk. Gabriel Thomaz (guitarra e vocais), Jairo Fajer (baixo), Fabio Lima (bateria) e Erika Martins (teclados, percussão e vocais) cultivam uma sonoridade vigorosa, na qual entram surf music, rock de garagem e até o iê-iê-iê brasileiro. Oitavo disco da banda, Libido é o trabalho que melhor desenvolve essa receita, em pauladas como Ding Dong e No Futuro. Também poderosa é a interpretação do Autoramas para Eu Sei Mas Eu Não Sei, versão em português do conjunto Gang 90 e as Absurdetes para uma canção do grupo de new wave americano Blondie.

Publicidade