Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

No livro ‘Sistema Nervoso’, narrativa poética destrincha dramas de família

Autora chilena Lina Meruane é novo expoente da literatura latino-americana

Por Raquel Carneiro 1 Maio 2020, 07h00
LIVRO – Sistema Nervoso, de Lina Meruane (tradução de Sérgio Molina; Todavia; 240 páginas; 59,90 reais e 42 reais na versão digital) //Divulgação

Com personagens sem nome, o livro da autora chilena descreve as divagações de Ela, uma acadêmica que luta para finalizar o doutorado em astronomia. A protagonista sonha com uma doença que lhe permitiria ficar em casa, de forma remunerada, para concluir a tese. O desejo se realiza, para sua infelicidade: Ela perde o movimento de um dos braços. Médicos sugerem desde um nervo comprimido até um tumor. A crise desencadeia uma proximidade com o Pai e a “Mãe que não era dela” (como chama a madrasta) e escancara dramas do relacionamento com Ele, o companheiro. A narrativa poética e fragmentada, escrita em parágrafos soltos, transita pela cronologia dos personagens ao bel-prazer da escritora, que traz ainda elementos biográficos. Ao falar de acontecimentos no “país do passado”, ela se refere ao Chile, e o “país do presente” são os Estados Unidos, onde a autora se estabeleceu. Como um jogo de ligar os pontos, o livro envolve, questiona e leva a reflexões.

Publicidade