Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Símbolo do samba, Luiz Melodia é homenageado em biografia inédita

Em 'Meu Nome É Ébano', o jornalista Toninho Vaz resgata a vida e a obra do compositor de 'Pérola Negra'

Por Felipe Branco Cruz - Atualizado em 31 jul 2020, 12h57 - Publicado em 31 jul 2020, 07h00
MEU NOME É ÉBANO: A VIDA E A OBRA DE LUIZ MELODIA, de Toninho Vaz (Tordesilhas; 336 páginas; 55 reais) -/Divulgação

Há três anos, o Brasil perdia Luiz Melodia, cantor e compositor de clássicos do samba como Pérola Negra, Juventude Transviada e Estácio, Holly Estácio. Com seu comportamento contestador, ele ganhou fama de “maldito” da MPB. A abrangente biografia, escrita pelo jornalista Toninho Vaz, resgata o valor de Melodia. O autor relata da infância no Morro de São Carlos à parceria com Gal Gosta, passando pela crise que o cantor teve nos anos 80, quando se deprimiu e abusou das drogas.

Publicidade