Clique e assine com até 92% de desconto
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

‘Petals for Armor’: Hayley Williams deixa para trás seu velho lado ‘emo’

Primeiro álbum solo da vocalista de Paramore é uma reconciliação consigo mesma e tem influências que vão de Radiohead a Janet Jackson

Por Felipe Branco Cruz Atualizado em 15 Maio 2020, 13h59 - Publicado em 15 Maio 2020, 07h00
DISCO – Petals for Armor, de Hayley Williams (disponível nas plataformas de streaming) //Divulgação

“Raiva” é a primeira palavra cantada por Hayley Williams em seu trabalho-solo de estreia — embora de raivoso o disco não tenha nada. Após quase vinte anos na banda Paramore, em que dava voz a angústias juvenis, ela deixa o velho pop “emo” de lado para se reconciliar consigo mesma. Em Dead Horse, pede desculpa por demorar três dias para gravar a canção: “Estava em depressão”. O disco tem influências que vão de Radiohead, em Leave it Alone, a Janet Jackson, em Cinnamon, e Björk, em Sudden Desire.

Publicidade