Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Glenn Close e Amy Adams estrelam drama sobre família e vícios na Netflix

'Era uma Vez um Sonho' acompanha o jovem J.D. que, enquanto lida com as crises da mãe dependente em heroína, relembra vida familiar conturbada

Por Isabela Boscov Atualizado em 24 nov 2020, 11h07 - Publicado em 20 nov 2020, 07h00

Criado na região das Apalaches, uma das mais pobres dos Estados Unidos, J.D. (Gabriel Basso) conseguiu o que parecia impossível: sair dali para estudar direito na exclusiva Universidade Yale, à custa de uma bolsa de estudos e um punhado de empregos. Na véspera de ser recrutado por uma firma, entretanto, é chamado de volta: sua mãe (Amy Adams) agora se graduou das pílulas e álcool para a dependência em heroína. Enquanto tenta remediar mais essa crise e evitar que o descontrole da mãe o trague novamente, J.D. (na infância, Owen Asztalos) relembra sua vida familiar turbulenta, em que a avó (Glenn Close) era o único porto mais ou menos seguro. Baseado nas memórias do protagonista, o filme vale por suas atrizes excelentes — mas carece de uma pegada mais incisiva que a do diretor Ron Howard. Disponível na Netflix.

Publicidade