Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

Angelina Jolie expõe horrores da guerra civil em filme na Netflix

Atriz e cineasta afina visão por trás das câmeras no drama ‘First They Killed My Father’

Por Da redação 16 set 2017, 06h00

Após uma incursão mediana como diretora de romance dramático, com À Beira Mar (2015), Angelina Jolie retorna ao tema que parece ser seu favorito: o cinema de guerra. A atriz e cineasta entrou no catálogo da Netflix nesta sexta-feira, dia 15, com o longa First They Killed My Father. Inspirado em uma história real, o drama acompanha o horror do regime do Khmer Vermelho no Camboja pela ótica da pequena Loung Ung, que viu sua família ser dizimada pela guerra civil que atingiu o país, matando cerca de 25% da população local.

  • Antes Angelina comandou Na Terra de Amor e Ódio (2011), sobre a guerra da ex-Iugoslávia, e Invencível (2014), sobre um herói americano da Segunda Guerra, que sobreviveu a uma queda de avião e ao campo de prisioneiros no Japão. Apesar de voltar ao tema recorrente de sua filmografia, Angelina agora mostra mais maturidade com o outro lado da câmera, com um olhar apurado e sensível, além do cuidado de se aliar com artistas locais, caso do cineasta Rithy Panh (de A Imagem que Falta), que participou da produção, e da própria Loung Ung, que co-escreveu o roteiro.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade