Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Vestido de Marcela Temer no 7 de Setembro some das lojas

“Foi um pequeno furacão. Uma surpresa”, conta estilista Luisa Farani

Por Raquel Carneiro - Atualizado em 27 out 2017, 17h37 - Publicado em 8 set 2016, 15h37

Marcela Temer e o comentado look do 7 de Setembro

A brasiliense Luisa Farani, 30 anos, viu a grife que leva seu nome dar um salto desde esta quarta-feira, o feriado de 7 de Setembro. Em menos de 24 horas, o sóbrio vestido branco de decote discreto e saia rodada usado pela primeira-dama, Marcela Temer, virou hit na internet. Como resultado, a peça se esgotou no estoque da loja online da estilista, que já planeja uma nova leva de looks parecidos.

“Foi um pequeno furacão. Uma surpresa”, conta Luisa. “As vendas aumentaram. Estamos recebendo encomendas. A demanda é muito grande.”

O vestido em tricoline de algodão, de 618 reais, foi comprado por Marcela na loja multimarca Ortiga, no Distrito Federal.  Luisa sabia que o look tinha sido adquirido pela primeira-dama, mas não imaginava que ele seria usado em público algum dia – ou logo na primeira aparição oficial de Marcela pós-impeachment. “Fico feliz sempre que uma mulher decide usar uma roupa nossa”, diz, modesta, sobre a repercussão.

Continua após a publicidade

“A Marcela tem se mostrado uma pessoa discreta. Ela passou a optar por peças clean e elegantes. É um estilo que cai bem para mulheres sofisticadas, mas não pretensiosas.”

Estilista Luisa Farani e o vestido de sua grife, usado por Marcela Temer no desfile de 07 de setembroEstilista Luisa Farani e o vestido de sua grife, usado por Marcela Temer no desfile de 07 de setembro

A estilista – Luisa fez faculdade de Publicidade e Propaganda em Brasília, mas desistiu da profissão quando percebeu que sua vocação era a moda. Estudou na Itália e em Londres, onde trabalhou com a marca Issa, na época comandada pela também brasileira Daniella Helayel. A grife, aliás, já vestiu nomes poderosos, entre eles Kate Middleton.

Ao voltar para Brasília, a jovem estilista decidiu desenhar seus próprios modelitos, inspirada em nomes como Yohji Yamamoto e Stella McCartney. Menos de dois anos depois, seu nome é visto em doze lojas multimarcas pelo país e em seu espaço de vendas online. Em outubro, ela inaugura sua primeira loja física no Shopping Iguatemi Brasília.

Continua após a publicidade

Sobre a possibilidade de se tornar nome constante entre mulheres que transitam no meio político, Luisa é ambiciosa. “Gostaria de vestir todas as mulheres. Quanto mais, melhor.”

Publicidade