Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tiê: salva pela música após um câncer

'Compor e cantar era a forma de externar as minhas angústias, avaliar o que eu vivia', diz

 (//Divulgação)

Após vencer um câncer de pulmão aos 26 anos, a paulistana Tiê encontrou na música o seu grande divã. “Compor e cantar era a forma de externar as minhas angústias, avaliar o que eu vivia”, diz. A terapia musical virou um ofício de sucesso. Quatro discos e dez anos depois, ela gravará nesta semana seu primeiro DVD, no Rio. Ao todo, serão dezoito músicas entre inéditas e releituras. “Vou levar um ônibus de fãs de quem ao longo dos anos fiquei amiga.” Tiê se tornou presença constante na trilha de novelas da Globo. Ao todo, são dez músicas — só neste momento está no ar com Longe de Mim, em Órfãos da Terra, e Deixa Queimar, em Carcereiros. “A internet é incrível, mas a novela me faz chegar a todos os cantos do Brasil.”

Publicado em VEJA de 26 de junho de 2019, edição nº 2640

Envie sua mensagem para a seção de cartas de VEJA
Qual a sua opinião sobre o tema deste artigo? Se deseja ter seu comentário publicado na edição semanal de VEJA, escreva para veja@abril.com.br
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s