Clique e assine com 88% de desconto
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Rose Miriam e filhos estão rompidos; tio deve deixar a mansão

Após notificação de sobrinho, Gian alugou apartamento nas imediações

Por João Batista Jr. - 7 fev 2020, 13h11

Gianfrancesco Di Matteo tem até a terça, 12, para deixar a residência onde moram sua irmã (Rose Miriam) e os três sobrinhos (João Augusto, de 18 anos, Sofia e Marina, de 16), em Orlando. Caso não saia por vontade própria, ele precisará ser expulso. Foi João quem entrou com uma notificação pedindo a ação na Justiça da Flórida. O argumento: incomodar a paz do lar e ficar em local onde não é bem-vindo.

Exceto pelos laços, em tese, de amor familiar, Gian não tem direito a estar ali – a casa pertence aos filhos de Gugu Liberato e é administrada pelo espólio do apresentador, sob os cuidados de Aparecida Liberato. O advogado Nelson Wilians, que representa Rose, informa que Gian já locou um apartamento nas imediações e deixará o imóvel até sábado, 8. Caso Gian não acate, João Augusto deve entrar com uma medida mais drástica – pedindo a expulsão. A família vive em uma mansão dentro de um condomínio fechado.

Especula-se que João não dará a autorização para o tio passar pela portaria. Gian tem cidadania italiana e pode ficar nos Estados Unidos sem preocupação com visto. No Brasil, ele tem esposa e filhos.

Não há normalidade na residência da família Liberato, em Orlando. Os três filhos estão rompidos com a mãe e o tio, e não fazem mais as refeições juntos à mesa. Basicamente, os adolescentes têm pedido comida por aplicativos. Rose e Gian dormem no mesmo quarto, ele com um colchão no chão da residência avaliada em 6,7 milhões de reais. Também vive ali a dona Odete, mãe de Rose e Gian. Os netos têm contato com a avó.

Publicidade